Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Presidente da Câmara dos Representantes critica Trump por perdoar ex-xerife

Joe Arpaio foi condenado por discriminação racial.
Lusa 27 de Agosto de 2017 às 10:49
Joe Arpaio
Donald Trump
Joe Arpaio
Donald Trump
Joe Arpaio
Donald Trump
O presidente da Câmara dos Representantes criticou no sábado o Presidente norte-americano por ter perdoado um ex-xerife condenado por desobediência à justiça num caso de discriminação racial, lembrando a responsabilidade da polícia de "respeitar os direitos de todos".

Paul Ryan, republicano tal como o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez a crítica ao jornal The Wall Street Journal, através do seu porta-voz, Doug Andres, juntando-se a outras vozes republicanas, como os senadores do Arizona John McCain e Jeff Flake.

O presidente da Câmara dos Representantes manifestou o seu desacordo com a decisão presidencial, afirmando que os polícias "têm a responsabilidade especial de respeitar os direitos de todos nos Estados Unidos".

Donald Trump indultou na sexta-feira o ex-xerife Joe Arpaio, de 85 anos, que arriscava uma pena de prisão de até seis meses, depois de ter sido considerado culpado em julho por desobediência à justiça e continuar a prática de detenção de pessoas por razões raciais.

Trump justificou o perdão presidencial com os "mais de 50 anos de admirável serviço à nação" de Arpaio, por quem tinha revelado admiração pela 'mão dura' contra a imigração.

O ex-xerife Joe Arpaio foi das primeiras pessoas a apoiarem a candidatura de Donald Trump à Casa Branca.

O indulto presidencial a Arpaio é o primeiro concedido por Trump desde que chegou à Casa Branca.
Donald Trump EUA Presidente Câmara dos Representantes ex-xerife Joe Arpaio
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)