Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Presidente do Iémen regressa de surpresa depois de três meses de ausência

O presidente do Iémen, Ali Abdullah Saleh, regressou hoje, sexta-feira, de surpresa ao país, três meses depois de sobreviver a uma tentativa de assassinato.
23 de Setembro de 2011 às 10:04
Ali Abdullah Saleh, presidente do Iémen, ataque ao palácio presidencial
Ali Abdullah Saleh, presidente do Iémen, ataque ao palácio presidencial FOTO: dr

O governante foi sujeito a uma ausência forçada  cuidados médicos na Arábia Saudita desde Junho, quando o palácio presidencial foi atacado.

O regresso de Saleh coincide com o aumento da violência nas ruas da capital Sanaa entre as forças fiéis ao regime e a oposição armada. Teme-se que venha a agravar a onde de violência no território.

O líder iemenita, que está no poder há mais de 30 anos, tem resistido a meses de protestos populares, que resultaram na morte de centenas de pessoas e aumentaram a pressão da comunidade internacional para que renunciasse.

A informação da chegada de Saleh foi avançada pela televisão estatal iemenita, que indicou que o líder aterrou a Sanaa de madrugada, pelas 5 horas locais (3  em Lisboa) num avião privado.

“Podem ter por certo que haverá uma escalada [da violência], mas ele que venha. Queremos que ele cá esteja para que seja julgado pelos seus crimes”, disse Mohammed al-Asl, um dos organizadores dos protestos contra Saleh.

Ali Abdullah Saleh presidente do Iémen ataque ao palácio presidencial
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)