Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Presidente iraquiano sugere retirada

Os EUA podem vir retirar do Iraque cerca de 50 mil soldados até ao final do ano uma vez que as forças iraquianas já são em número e em qualidade suficientes para assumir o controlo de parte do país, reconheceu o presidente iraquiano Jalal Talabani, em entrevista ao jornal “Washington Post”.
13 de Setembro de 2005 às 14:45
Talabani disse ainda que pretende discutir a redução do contigente norte-americano no país numa reunião como o seu homólogo George W. Bush. “Pensamos que os EUA devem de retirar militares porque acreditamos que os podemos substituir por forças iraquianas”, disse Talabani ao jornal norte-americano.
O conselheiro da Casa Branca, Dan Bartlett, manifestou a mesma visão do presidente iraquiano. “Partilhamos da mesma opinião: à medida que os iraquianos voltam a adquirir capacidade para defender o seu próprio país, serão precisos cada vez menos soldados norte-americanos”, afirmou Bartlett ao “Washington Post”. Contudo, o presidente norte-americano ainda não estabeleceu nenhuma data para a retirada dos seus soldados.
Os EUA têm neste momento no Iraque perto de 140 mil militares para efectuar a segurança no país e treinar os militares iraquianos e forças de segurança.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)