Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Presidente turco diz que não deixará países "apoiantes do terrorismo" entrarem na NATO

"Eles [Suécia e Finlândia] não são honestos nem sinceros", denotou Erdogan.
Reuters 29 de Maio de 2022 às 12:56
Erdogan
Erdogan
O Presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, salientou, este domingo, que as conversações da Turquia na semana passada com as delegações finlandesa e sueca não estavam ao "nível esperado" e o país não pode concordar que países "apoiantes do terrorismo" entrem na NATO.

De acordo com a emissora turca TRT Haber, Erdogan disse aos repórteres à chegada à Turquia depois da sua viagem de sábado ao Azerbaijão que "eles [Suécia e Finlândia] não são honestos nem sinceros".

"Enquanto Tayyip Erdogan for o Presidente da Turquia, não podemos definitivamente dizer 'sim' aos países que apoiam a entrada do terrorismo na NATO", reforçou o Presidente.

A Turquia opôs-se à adesão da Suécia e da Finlândia à NATO no início do mês. Posição foi justificada pelo apoio que aqueles países nórdicos têm dado à causa curda. A Turquia – que é membro da NATO – considera "grupos terroristas" os militantes curdos que lutam pela independência. Ankara poderá usar o seu direito de veto enquanto membro da organização militar para impedir a adesão da Finlândia e da Suécia.
Suécia Tayyip Erdogan Turquia Presidente defesa distúrbios guerras e conflitos
Ver comentários
}