Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Obama condena "assassinato" de dois reféns no Iémen

Presidente norte-americano transmitiu condolências às famílias e amigos.
6 de Dezembro de 2014 às 12:46
Barack Obama defendeu que a erradicação do racismo nos Estados Unidos tem de ser feita progressivamente
Barack Obama defendeu que a erradicação do racismo nos Estados Unidos tem de ser feita progressivamente FOTO: Kevin Lamarque/Reuters

O Presidente dos Estados Unidos condenou o "assassinato" do fotojornalista americano Luke Somers e do professor sul-africano Pierre Korkie, mortos este sábado, no Iémen, onde estavam sequestrados pela Al-Qaida, durante uma operação destinada a libertá-los.

Em comunicado, Barack Obama denunciou o "bárbaro assassinato" e transmitiu condolências às famílias e amigos dos dois reféns, que terão sido mortos pelos sequestradores durante a operação de resgate realizada pelas forças especiais dos Estados Unidos, em conjunto com as autoridades iemenitas.

Obama garantiu que estas mortes não vão deter as tentativas do seu governo para libertar os reféns americanos e prometeu continuar a usar "todos os recursos militares, de informações e diplomáticos" para os resgatar.

barack obama assassinato reféns iémen
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)