Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Primeiras sondagens à boca de urna dão vitória à coligação de extrema-direita nas legislativas em Itália

Os resultados oficiais só serão partilhados durante a manhã de segunda-feira.
Correio da Manhã, Reuters e Lusa 25 de Setembro de 2022 às 22:07
Giorgia Meloni
Giorgia Meloni FOTO: Reuters
A coligação de direita liderada pelo partido Irmãos de Itália de Giorgia Meloni vai ganhar com maioria as legislativas deste domingo, afirmaram as primeiras sondagens anunciadas às 22h00.

As primeiras sondagens à boca das urnas, divulgadas pela agência noticiosa ANSA, dão entre 22% e 26% ao partido de Meloni e o segundo mais votado é o Partido Democrático, de Enrico Letta, de centro esquerda, com um resultado entre 17% e 21%.

A emissora estatal RAI disse que o bloco de partidos conservadores, que também inclui o Liga de Matteo Salvini e o partido Forza Italia de Silvio Berlusconi (antigo primeiro-ministro), ganhou entre 41 e 45%, o suficiente para garantir o controlo de ambas as câmaras do parlamento. A RAI disse que a aliança de direita ganharia entre 227 e 257 dos 400 assentos na Câmara Baixa do Parlamento, e 111-131 dos 200 assentos do Senado.

"Centro-direita claramente à frente, tanto na Câmara Baixa como no Senado! Será uma longa noite, mas mesmo agora quero agradecer", disse Salvini no Twitter.

A lei eleitoral italiana favorece os grupos que conseguem criar pactos pré-votações, dando-lhes um número de assentos parlamentares superior ao seu número de votos.

Os resultados oficiais só serão partilhados durante a manhã de segunda-feira.

Se confirmado, o resultado significaria um aumento notável para Meloni, cujo partido obteve apenas 4% dos votos nas últimas eleições nacionais em 2018.
Giorgia Meloni Itália Irmãos política eleições partidos e movimentos
Ver comentários