Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Primeiro-ministro israelita acusado de crimes de corrupção em Israel

Benjamin Netanyahu é acusado de crimes de suborno, fraude e abuso de confiança e será ouvido pelo Procurador-Geral de Israel já depois das eleições no país.
28 de Fevereiro de 2019 às 16:39
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
O Procurador-Geral de Isreal pretende acusar o primeiro-ministro do país, Benjamin Netanyahu, por três casos separados de corrupção, avançam canais televisivos de Israel citando o Ministério da Justiça de Israel.

Netanyahu é acusado de crimes de suborno, fraude e abuso de confiança e será ouvido pelo orgão superior do Ministério Público israelita. A audição, no entanto, deverá acontecer depois das eleições legislativas em Israel, marcadas para o próximo dia 9 de abril.

À procura do seu quarto mandato consecutivo como primeiro-ministro de Israel, Netanyahu nega qualquer crime. A investigação israelita indica que este é suspeito de ter aceite presentes de empresários e de ter encomendado favores em alegadas notícias encomendadas em orgãos de comunicação no país.

O partido de Netanyahu, o Likud, descreve as acusações de "perseguições políticas". O primeiro-ministro de Israel irá entregar um comunicado com uma reação à notícia às 18h00 desta quinta-feira.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)