Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Primeiro-ministro israelita exclui árabes das negociações

Líder da oposição, Benny Gantz, apelou à formação de um "governo de unidade".
Lusa 18 de Setembro de 2019 às 05:20
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
Netanyahu, primeiro-ministro de Israel
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
Netanyahu, primeiro-ministro de Israel
Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu
Netanyahu, primeiro-ministro de Israel

O atual primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, pediu esta quarta-feira um "forte Governo sionista", enquanto o líder da oposição, Benny Gantz, apelou à formação de um "governo de unidade", depois de um aparente empate técnico nas legislativas.

Netanyahu, que este ano superou o primeiro-ministro fundador de Israel David Ben-Gurion como o líder mais antigo do país, prometeu trabalhar para alcançar um "forte Governo sionista", excluindo das negociações qualquer partido árabe.

"Vamos negociar com o maior número possível de parceiros para evitar a formação de um governo antissionista perigoso (...) não haverá e não pode haver um governo baseado em partidos antissionistas árabes, partidos que negam a própria existência de Israel como um Estado judeu e democrático", acrescentou.

Benjamin Netanyahu Governo Israel Benny Gantz política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)