Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Príncipe saudita terá pirateado telemóvel do proprietário do The Washington Post

Investigação revelada pelo jornal The Guardian levanta novas suspeitas sobre a morte do jornalista Jamal Khashoggi.
Correio da Manhã 21 de Janeiro de 2020 às 21:35
Jeff Bezos
Jamal Khashoggi
Jeff Bezos
Jamal Khashoggi
Jeff Bezos
Jamal Khashoggi
O telemóvel do multimilionário Jeff Bezos, chefe da Amazon e proprietário do The Washington Post, foi pirateado em 2018, depois de receber uma mensagem que terá sido enviada da conta pessoal do príncipe herdeiro da Arábia Saudita, segundo avança o The Guardian.

Esta revelação levanta agora várias suspeitas e pode levar a uma nova investigação sobre o que o príncipe herdeiro da Arábia Saudita e o seu círculo mais íntimo estavam a planear nos meses anteriores ao assassinato do jornalista do Washington Post, Jamal Khashoggi, morto em outubro de 2018, cinco meses após o alegado hack ao telemóvel de Bezos.

A mensagem encriptada enviada por Mohammed bin Salman conteria um ficheiro malicioso que se infiltrou no telemóvel de Jeff Bezos, segundo resultados da análise forense digital.

O proprietário do Washington Post e o príncipe saudita mantinham recorrentemente conversas no WhatsApp, até ao dia 1 de maio, quando o ficheiro se terá infiltrado no telemóvel de Bezos.
The Washington Post Jeff Bezos Guardian ciência e tecnologia hack pirateado
Ver comentários