Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Professor pedófilo arrisca escapar à cadeia por ser demasiado obeso

Homem de 61 anos declarou-se culpado dos crimes.
Correio da Manhã 18 de Agosto de 2020 às 08:08
Obesidade
Obesidade
Obesidade
Obesidade
Obesidade
Obesidade

Um professor pedófilo, obeso mórbido, pode vir a não cumprir pena porque o seu transporte entre estados, já que os crimes foram cometidos num estado diferente daquele em que reside atualmente, poderia custar entre 25.000 e 40.000 dólares australianos (aproximadamente 15.200-24.300 euros). O tribunal declarou que não cumpre os requisitos para ser transportado.

Peter John O'Neill tem 61 anos e está neste momento a aguardar a sua sentença em casa em Canberra, Austrália. O homem não tem dinheiro para pagar uma multa e não pode prestar serviço comunitário devido às suas condições de saúde. Está numa cadeira de rodas e tem um cuidador a tempo inteiro.

O presidente do tribunal, Alan Blow, referiu não ter outra hipótese que não aplicar-lhe uma pena de prisão suspensa, uma vez que não faz sentido colocá-lo em prisão domiciliária, porque ele não consegue sair de casa de qualquer das formas.  

A decisão está a provocar uma grande onde de contestação.

Rachel Grguervic, que deixou o Dominic College em 1989, onde O’Neill lecionava, disse que ele não merece não ir para a prisão e simplesmente morrer tranquilamente. "Ele não merece isso. Não entendo porque é que estes bastardos são sempre protegidos", condenou. O ex-aluno contou ao jornal australiano The Mercury que o homem "não era só um pedófilo, mas um abusador físico e emocional". "Ele disse-me que eu era gordo e burro, que nunca seria ninguém na vida, que jamais alguém me amaria. Se não estivesse concentrado no que ele estava a dizer, ele mandava-me nos dedos com uma régua".

O'Neill declarou-se culpado de seis acusações de agressão e de uma acusação de abuso sexual com penetração de um jovem. 

A sentença deve ser conhecida no próximo dia 25 de agosto.

Peter John O'Neill pedófilo crime abuso sexual Austrália
Ver comentários