Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Professor suspenso em Espanha por dar nota máxima a quase todos os alunos

Yván Pozuelo foi penalizado durante oito meses e privado de receber remuneração pela profissão.
Correio da Manhã 21 de Outubro de 2021 às 10:16
Yván Pozuelo foi penalizado durante oito meses e privado de receber salário pela função de professor
Yván Pozuelo foi penalizado durante oito meses e privado de receber salário pela função de professor FOTO: Direitos Reservados / Facebook

Yván Pozuelo, professor de francês em Gijón, Espanha, foi sancionado pela Secretaria de Educação das Astúrias por dar 10 – a nota máxima atribuída no sistema de avaliação do ensino espanhol - a quase todos os alunos.

O docente, que considera a situação "surreal", foi penalizado durante oito meses e privado de receber remuneração pela profissão.

Em declarações ao jornal El Español, o professor explicou que não penaliza por erros, mas por evolução. "Se não evoluíste nada em dois anos e eu sei que te fiz avançar um milímetro, esse milímetro é 10", afirmou Pozuelo.

O professor pediu transferência de estabelecimento escolar após alguns problemas sobre os seus métodos de ensino. "Parece que a nota é a guilhotina. Não, não, não. A nota não serve de guilhotina", defendeu, acrescentando que nunca recebeu queixas dos pais dos estudantes.

Sanção inicial era de 30 anos

O Ministério da Educação ameaçou inicialmente Yván com 30 anos de suspensão. No entanto, e graças aos seus advogados, o professor conseguiu reduzir o tempo da penalização.

Ver comentários