Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

PROVADA CAUSA DE TRAGÉDIA DE VAIVÉM

A equipa de investigação às causas do acidente com o vaivém columbia que provocou a morte aos sete astronautas, encontraram a causa mais provável para a perda da nave espacial, que explodiu no dia 1 de Fevereiro. A queda de uma parte da espuma isolante do reservatório central que provocou um rombo na asa, aquando da descolagem provocou a explosão do Columbia.
8 de Julho de 2003 às 19:21
”Encontrámos um indício irrefutável”, considerou Scott Hubbard, membro da comissão que investiga as causas deste trágico acidente, numa entrevista à televisão norte-americana CBS.
Para chegarem a esta conclusão, os investigadores projectaram um pedaço de espuma isolante de 750 gramas a uma velocidade de 800 km/h contra uma asa de vaivém reconstituída, o que provocou um buraco de 40 centímetros de largo. Esse buraco fez com que gases, muito quentes, entrassem na asa, no momento em que o vaivém entrou na atmosfera, derretendo a estrutura interna. Os astronautas estavam assim condenados desde o início da descolagem uma vez que era impossível prever este estrago.
”Estou satisfeito porque após meses de inquérito fomos capazes de demonstrar a ligação entre a espuma e os estragos”, afirmou Hubbard, sublinhando que na sua opinião seria impossível reparar o vaivém quando este estava em órbita.
O responsável norte-americano vai ainda recomendar que os próximos vaivéns tenho uma melhor capacidade de imagens na torre de controlo que possibilitem verificar estas anomalias e a possibilidade da levar a cabo inspecções e reparações em órbita.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)