Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Puerta del Sol: Manifestantes desmobilizam

Os organizadores do acampamento de protesto instalada há 16 dias na Puerta del Sol (Madrid, Espanha) defendem uma progressiva redução do acampamento até que desapareça completamente para ser transformado num centro de informação permanente.
31 de Maio de 2011 às 21:27
Acampamento estava montado desde 15 de Maio
Acampamento estava montado desde 15 de Maio FOTO: Fernando Alvarado/Epa

Esse é o núcleo essencial da plataforma que saiu de um acordo conseguido esta terça-feira pelas várias comissões de trabalho do acampamento, que reconhecem haver  dificuldades em manter as actuais estruturas com a sua dimensão.  

Até que o centro de informação permanente esteja instalado o acampamento será dividido, com "a infra-estrutura" no centro da Puerta del Sol e o resto da praça a servir para o acampamento, com tendas temporárias.  

Essa proposta considera que é vital "mudar o formato actual da acampada por outro que solucione os problemas actuais" e define o "planeamento de uma estrutura permanente de informação no Sol".  

Os responsáveis do acampamento pedem que se decida "com a cabeça e com o coração", sendo essencial responder aos problemas e desafios que se vivem  actualmente.  

Intervindo na assembleia um porta-voz da comissão de assuntos legais - responsável pelo diálogo com a polícia e as autoridades civis - informou  que "as autoridades consideram positiva todo o sinal de redução do acampamento" e "não toleram que aumente".  

Anunciou ainda que "as autoridades estão dispostas a estudar a existência de um ponto de informação permanente".  

Na assembleia foi ainda anunciado que no sábado, na Puerta del Sol, haverá um "encontro estatal" com representantes de todos os acampamentos que existem em Espanha.

puerta del sol madrid espanha acampamento
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)