Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Putin ameaça dirigir mísseis contra a Ucrânia

O presidente russo, Vladimir Putin, avisou esta terça-feira que a Rússia pode redirigir os seus mísseis contra a Ucrânia, caso este país se junte à NATO e aceite a instalação de um escudo de defesa anti-míssil norte-americano.
12 de Fevereiro de 2008 às 18:49
O aviso foi feito no final de uma reunião com o seu homólogo ucraniano, Victor Iuchenko, para debater questões sobre o fornecimento de gás e de diplomacia entre os dos Estados.
Putin avisou Iuschenko que a entrada na Aliança Atlântica, pacto de defesa promovido pelos EUA em plena guerra-fria, “restringiria a soberania do país”.
“É aterrador pensar que a Rússia, em resposta a uma possível instalação de um escudo míssil na Ucrânia possa ter de dirigir os seus sistemas de mísseis ofensivos contra a Ucrânia”, declarou Putin, de forma emotiva.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)