Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Putin recebe Mães de Beslan

O ano escolar na Rússia começou ontem com um minuto de silêncio em memória das vítimas da tragédia de Beslan. Hoje, o presidente russo, Vladimir Putin, que convidou todos a homenagearem as vítimas, receberá as Mães de Beslan, que o consideram, recorde-se, o principal responsável pelo massacre, que resultou na morte de 331 crianças de tenra idade.
2 de Setembro de 2005 às 00:00
Um ano depois, a Rússia não esquece o massacre na escola de Beslan
Um ano depois, a Rússia não esquece o massacre na escola de Beslan FOTO: Yuri Kochetkov
Além da cerimónia nas escolas, decorreram muitas outras um pouco por todo a Rússia. Putin, que acedeu finalmente a receber as Mães de Beslan, assinalou a abertura do ano lectivo numa universidade em Krasnodar, no sul do país. “Um ano depois desta horrível tragédia, milhões de pessoas no nosso país e no estrangeiro não conseguem esquecer o pesadelo” – afirmou o presidente.
Os momentos mais emotivos viveram-se naturalmente no cemitério de Beslan, onde amanhã será inaugurado um monumento em memória das vítimas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)