Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Quarenta pessoas detidas durante homenagem ao lusodescendente morto em França

Centenas nas ruas de Nantes exigem justiça pela morte de lusodescendente.
Maria Inês Jorge 4 de Agosto de 2019 às 10:43
Marcha acabou em confrontos com a polícia no centro de Nantes
Steve Maia Caniço foi dado como desaparecido em junho. O corpo foi encontrado esta semana
Marcha acabou em confrontos com a polícia no centro de Nantes
Steve Maia Caniço foi dado como desaparecido em junho. O corpo foi encontrado esta semana
Marcha acabou em confrontos com a polícia no centro de Nantes
Steve Maia Caniço foi dado como desaparecido em junho. O corpo foi encontrado esta semana
Pelo menos 40 pessoas foram detidas na sequência de confrontos com a polícia francesa, na cidade de Nantes, após uma marcha contra a violência policial e de homenagem ao lusodescendente Steve Maia Caniço, de 24 anos, cujo corpo foi encontrado segunda-feira.

Fontes policiais indicam que a marcha pacífica começou no local onde o corpo de Steve Caniço foi encontrado e seguiu até ao centro da cidade, onde ocorreram os confrontos. Alguns manifestantes encapuzados envolveram-se em desacatos com as autoridades, que responderam com canhões de água e gás lacrimogéneo.

O lusodescendente desapareceu no final do mês de junho, após uma intervenção policial numa festa. Testemunhas relatam que a violência excessiva utilizada por parte da polícia para dispersar os jovens fez algumas pessoas caírem ao rio Loire, incluindo Steve Caniço.

A descoberta do corpo na segunda-feira, 29 de julho, levou as autoridades a iniciarem uma investigação às circunstâncias da morte do jovem lusodescendente.
Steve Maia Caniço Nantes questões sociais desaparecidos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)