Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Quatro capacetes azuis mortos na explosão de uma mina no norte do Mali

Militares feridos estão em estado grave.
2 de Setembro de 2014 às 19:36
Soldados em missão da ONU
Soldados em missão da ONU FOTO: Baz Ratner/REUTERS

Quatro soldados da missão da ONU no Mali (MINUSMA) morreram esta terça-feira e outros 15 ficaram feridos na explosão de uma mina à passagem da coluna em que seguiam, no norte do país, indicou o porta-voz da missão.

Segundo o porta-voz, Oliver Salgado, o incidente ocorreu próximo da cidade de Aguelhok, no extremo setentrional do Mali, quando os capacetes azuis se dirigiam para a localidade de Kidal, capital da província com o mesmo nome.

A mesma fonte acrescentou que seis dos feridos se encontram em "estado muito grave". A 29 de agosto último, vários capacetes azuis destacados no Mali ficaram feridos quando outra mina explodiu nos arredores de Aguelok, horas depois da explosão de seis granadas dentro ou perto do quartel da MINUSMA naquela cidade, sem causar vítimas ou danos materiais.

A Missão Multidimensional Integrada de Estabilização das Nações Unidas no Mali iniciou o seu trabalho no terreno a 1 de julho de 2013, com o mandado de estabilizar a situação no norte do país, que esteve controlado por grupos radicais e terroristas islâmicos desde o verão de 2012 até janeiro de 2013.

Quatro capacetes azuis mortos explosão mina Mali
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)