Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Quinto homem identificado

A polícia britânica já sabe a identidade do “quinto terrorista”, possivelmente o ‘cérebro’ dos atentados ou o responsável pelo fabrico das bombas. Na manhã dos ataques, este homem terá acompanhado os bombistas à estação de Luton, onde estes embarcaram para Londres, e foi ‘apanhado’ pelas câmaras de segurança.
15 de Julho de 2005 às 00:00
Em Leeds, de onde partiram os bombistas,  a população segue atentamente as investigações
Em Leeds, de onde partiram os bombistas, a população segue atentamente as investigações FOTO: Ian Hodgson/Reuters
No mesmo dia em que foi identificado o quarto bombista, o jornal ‘New York Times’, citando fontes dos serviços de segurança dos EUA que estão em contacto com os investigadores britânicos, noticia que, na passada quinta-feira de manhã, as câmaras de segurança da estação de Luton captaram imagens dos quatro terroristas momentos antes de embarcarem no comboio para Londres. Com eles estava um quinto homem, que os acompanhou até ao comboio mas não embarcou.
Através das imagens, a polícia britânica já terá conseguido identificar esse quinto homem mas decidiu não revelar o seu nome antes de ele ser capturado. Segundo o ‘New York Times’ trata-se de um indivíduo de nacionalidade britânica mas de ascendência estrangeira – embora não paquistanesa – e poderá ser o ‘cérebro’ por trás dos atentados ou o homem que fabricou as bombas usadas nos ataques.
As autoridades britânicas estão ainda à procura de outros dois suspeitos: um professor de química egípcio, de 33 anos, identificado como Magdi el-Nashar, que estudou nos EUA e terá deixado a sua residência em Leeds alguns dias antes dos ataques, e um cidadão britânico de origem paquistanesa, ligado à al-Qaeda, que terá abandonado o país na véspera dos atentados. Este chegou por via marítima ao Reino Unido no mês passado e ter-se-á encontrado com os quatro bombistas em Leeds.
A polícia não confirma estas notícias, adiantando apenas que continua a recolher novas informações a cada hora que passa.
DESENVOLVIMENTOS
BALANÇO: 53 MORTOS
A polícia britânica divulgou um novo balanço de mortos nos atentados de Londres, elevando-o para 53, mais uma vítima relativamente ao anterior. Perto de 50 pessoas continuam internadas em hospitais, das quais uma dezena está na Unidade dos Cuidados Intensivos.
EXPLOSÕES EM LEEDS
A polícia continua a fazer evacuações em Leeds, onde residia um dos terroristas, para proceder a explosões controladas. Ontem investigadores ‘varreram’ a área de Beeston, junto à casa do suicida Shehzad Tanweer.
PICADILLY EVACUADA
Milhares de pessoas foram obrigadas a abandonar Picadilly Circus, a praça londrina mais conhecida e movimentada, depois de a Polícia ter sido alertada por turistas para a presença de um saco preto abandonado.
PAQUISTÃO PREOCUPADO
O ministro da Administração Interna do Paquistão (país de origem de pelo menos três dos suicidas), Aftab Khan Sherpao, afirmou que está preocupado com os mais de 100 ataques contra muçulmanos registados no Reino Unido após os atentados.
Ver comentários