Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Quirguistão: Mortos em confrontos sobem para 82

As autoridades quirguizes consideram a situação no sul do Quirguistão "tensa" e "complicada", sublinhando que continuam a tomar medidas para pôr fim aos confrontos entre quirguizes e uzbeques.
13 de Junho de 2010 às 11:02
Kurmanbek Bakiev foi deposto da presidência do Quirguistão
Kurmanbek Bakiev foi deposto da presidência do Quirguistão FOTO: d.r.

Porém, a agência quirguize AKIpress informa que na cidade de Jalal-Abad se ouvem disparos e se assiste à concentração de jovens enfurecidos: "No centro da cidade tem lugar um tiroteio intensivo, perto da Universidade de Amizade dos Povos juntou-se um grupo de jovens com intenções agressivas.  Na cidade não há eletricidade", informa.

Segundo a agência Ria-Novosti, na cidade de Och registam-se também confrontos, bem como pilhagens de casas e lojas.  

Os confrontos entre quirguizes e uzbeques começaram na quinta-feira na cidade de Och e, ontem, alargou-se à cidade e região de Jalal-Abad, tendo  provocado, segundo informações do Ministério da Saúde do Quirguistão, pelo menos 80 mortos e mais de mil feridos.  

O Ministério da Defesa da Rússia deu início à mobilização de militares da reserva com menos de 50 anos para "garantir a segurança dos cidadãos,  defender o regime constitucional, restabelecer a ordem e a lei".  

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)