Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Racista abre fogo em museu judaico

Um tiroteio no Museu do Holocausto dos EUA, em Washington, a escassas centenas de metros da Casa Branca, causou a morte a um segurança e ferimentos no atacante. Segundo testemunhas, um homem armado entrou no edifício e abriu fogo, ferindo um segurança, que acabou por sucumbir aos ferimentos no hospital.
11 de Junho de 2009 às 00:30
Polícia e esquadrões especializados do FBI
Polícia e esquadrões especializados do FBI FOTO: Shawn Thew/EPA

Fontes policiais afirmam que o atirador, que ficou ferido, é James Wenneker von Brunn, de 88 anos, um supremacista branco do Maryland.

Aparentemente a troca de tiros teve lugar junto ao posto de controlo de metais da entrada do museu e a arma usada pelo atirador seria, segundo um agente no local, uma carabina. “Ao que sei dois outros seguranças do museu responderam aos disparos do homem que entrou no museu”, afirmou o sargento David Schlosser, porta-voz da polícia. Não era claro ontem se Brunn abriu fogo antes ou depois de passar o detector de metais.

Stephanie Geraghty, de 28 anos, estava no local quando tudo aconteceu: “Ouvi o primeiro tiro, parecia que alguma coisa tinha caído dos andares superiores. Outros dois disparos sucederam-se muito depressa. Nessa altura toda a gente estava em pânico, a correr para todos os lados.”
Outra testemunham diz ter escutado pelo menos cinco tiros e assegura ter visto um segurança estendido no chão. “Vimos fita amarela a vedar o átrio quando fomos levados para o exterior, à pressa.”

Dave Pearson, um professor, estava no quarto andar do museu e diz ter ouvido um estrondo enorme. “De súbito aquele ruído, um estrondo enorme, e depois os seguranças surgem e dizem-nos para ficarmos onde estamos.”

As autoridades confirmaram que o ferido é o agressor e que o morto era um segurança. O FBI já enviou para o local um esquadrão especializado em emergências como esta e equipas da polícia selaram toda a área em redor do edifício e fecharam as ruas ao trânsito. O museu está encerrado por tempo indeterminado.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)