Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

RANGUM PROMETE LIBERTAR AUNG SUU KYI

O ministro dos Negócios Estrangeiros indonésio, Hasan Wirayuda, anunciou esta quarta-feira ter recebido garantias da junta militar que governa a Birmânia de que Aung San Suu Kyi, a líder da oposição detida no passado dia 30 de Maio, será libertada antes de Outubro.
30 de Julho de 2003 às 11:06
RANGUM PROMETE LIBERTAR AUNG SUU KYI
RANGUM PROMETE LIBERTAR AUNG SUU KYI
“Recebemos a garantia de Rangum de que o processo de Suu Kyi ficará concluído antes da cimeira da Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN)”, revelou o responsável pela diplomacia indonésia à margem de um encontro ministerial entre Ásia e África, na cidade de Bandung, Java Ocidental.
A cimeira anual da ASEAN, a ter lugar na ilha de Bali, na Indonésia, está marcada para o início de Outubro, sendo que a junta militar que governa a Birmânia, um dos dez membros da organização, tem sofrido inúmeras pressões para libertar a líder da Liga Nacional para a Democracia.
Suu Kyi, galardoada com o Prémio Nobel da Paz em 1991, foi detida no passado dia 30 de Maio, juntamente com outros membros do seu partido, na sequência de violentos confrontos registados durante uma sua digressão política, no norte da Birmânia, entre apoiantes seus e elementos fieis à junta militar.
Numa tentativa de pressionar Rangum a libertar a líder da oposição, o presidente norte-americano, George W. Bush, aprovou, segunda-feira, um novo pacote de sanções económicas contra a Birmânia, votadas anteriormente pelo Congresso.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)