Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

RAPTORES EXIGEM RESGATE

O grupo armado que afirma ter em seu poder os dois jornalistas franceses sequestrados no passado dia 20 de Agosto no Iraque exigiu ontem o pagamento, nas próximas 48 horas, de um resgate de cinco milhões de dólares pela sua libertação. O prazo expira amanhã.
7 de Setembro de 2004 às 00:00
Numa declaração colocada na internet, cuja autenticidade não pôde ser imediatamente confirmada, o grupo Exército Islâmico do Iraque deu 48 horas ao governo francês para cumprir uma de três condições: o pagamento de cinco milhões de dólares, o estabelecimento de uma trégua entre a França e a al-Qaeda ou a garantia de que Paris não manterá qualquer relação comercial ou militar com o novo governo iraquiano.
O grupo alega ainda que esteve para libertar os reféns Christian Chesnot e Georges Malbronut, no fim-de-semana, mas um ataque de que foi alvo impediu essa libertação.
O novo ultimato foi conhecido no mesmo dia em que outros grupos iraquianos libertaram um refém turco, três jordanos e um sudanês.
Entretanto, sete ‘marines’ americanos e três soldados iraquianos perderam ontem a vida num ataque à bomba junto à cidade de Fallujah, naquele que foi o ataque mais sangrento contra as forças dos EUA desde Março último.
Segundo um porta-voz das forças da coligação, guerrilheiros terão feito explodir uma viatura armadilhada à passagem de uma patrulha americana.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)