Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Realizador japonês condenado a dez anos de prisão em Myanmar

Acusado de incitar à dissidência contra os militares e violar as leis de telecomunicações do país.
Lusa 6 de Outubro de 2022 às 07:28
Myanmar
Myanmar
Um tribunal militar birmanês condenou o realizador japonês Toru Kubota a dez anos de prisão por incitar à dissidência contra os militares e violar as leis de telecomunicações do país, noticiaram esta quinta-feira os 'media' nipónicos.

A sentença foi proferida na quarta-feira. O jovem de 20 anos foi condenado a sete anos de prisão por violação das leis de comunicação e mais três anos por sedição, disseram fontes diplomáticas à emissora pública japonesa NHK.

Os detalhes específicos da decisão do tribunal de Myanmar (antiga Birmânia) não são conhecidos, uma vez que a sentença foi proferida à porta fechada e sem a presença do advogado de Kubota, de acordo com a NHK.

Toru Kubota NHK Myanmar crime lei e justiça punição / sentença
Ver comentários