Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Rebeldes capturam reduto mas não sabem de Kadhafi

Os rebeldes líbios assumiram esta terça-feira o controlo do quartel-general de Muammar Kadhafi em Tripoli, após horas de violentos combates, mas continua sem se saber onde está o homem que durante 42 anos dirigiu a Líbia.
23 de Agosto de 2011 às 19:08
No reduto de Kadhafi foi já hasteada a bandeira dos rebeldes
No reduto de Kadhafi foi já hasteada a bandeira dos rebeldes FOTO: d.r.

Centenas de elementos das forças rebeldes lançaram um assalto à residência do dirigente líbio, dois dias após terem entrado na capital líbia e durante a tarde conseguiram penetrar no recinto.         

"Os rebeldes derrubaram os muros de betão e entraram no recinto, assumiram o controlo de Bab al-Aziziya. Acabou", indicou um jornalista da agência AFP, que menciona a existência de corpos no local.         

Há versões contraditórias sobre a situação no local. Enquanto o correspondente da agência francesa falava em intenso tiroteio, outros testemunhos referiam que os rebeldes não encontraram grande resistência no local, um complexo com vários edifícios.         

As brigadas que se encontravam em Bab al-Aziziya depuseram armas e renderam-se rapidamente aos insurgentes, pelo que o assalto não contou com grande resistência, referiram fontes de várias cadeias de televisão citadas pela agência Efe.        

No reduto de Kadhafi foi já hasteada a bandeira dos rebeldes, mas um porta-voz militar da rebelião, informou que o dirigente líbio não se encontrava no complexo e que o seu paradeiro, bem como dos familiares, é desconhecido.        

O Conselho Nacional de Transição (CNT), órgão político da rebelião, anunciou na segunda-feira a detenção de dois filhos do coronel, Seif al-Islam e Mohamed, mas o primeiro apareceu aos jornalistas num hotel de Tripoli na noite passada e o segundo conseguiu fugir.

Vários dirigentes rebeldes declinaram comentar a situação.

líbia tripoli kadhafi rebeldes
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)