Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Recebe pensão de viuvez por ter assassinado a mulher e o filho

Nemesio Antonio Pisonero, um espanhol que se encontra a cumprir pena de prisão pelo homicídio da mulher e do filho em 1998, recebe, desde essa altura, uma pensão de viuvez.
14 de Dezembro de 2011 às 15:54
Homem assassinou a família em 1998
Homem assassinou a família em 1998 FOTO: DR

Fontes penitenciárias confirmaram já que Pisonero recebe a dita pensão mas referiram que não têm acesso às suas contas bancárias, pelo que não podem actuar nesta situação.

Nos últimos treze anos, o homicida tem recebido cerca de 800 euros por mês, sendo que em Março a pensão aumentou para 2400, um valor que já contabiliza a reforma do presidiário.

Nemesio Pisonero cumpre uma pena de 20 anos de cadeia por assassinar a tiro a mulher e o filho em Laguna de Duro, Valladolid.

A Lei Integral Contra a Violência de Género em Espanha deveria impedir que os assassinos herdassem da esposa ou cobrassem a pensão de viuvez.

Um outro caso semelhante foi o de Llorenç Morell, que em 2005 foi condenado a 18 anos de prisão pelo homicídio da esposa mas, devido a um erro administrativo na Segurança Social, ficou a receber uma pensão de 592 euros por ser viúvo.

O caso de Morell seria detectado apenas mais tarde, quando foi feita a avaliação dos bens da falecida, tendo o pagamento da pensão sido revogado.

Resta agora saber que medidas serão tomadas no caso de Nemesio Antonio Pisonero.

morte viúvo pensão insólito espanha homicídio
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)