Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Recessão na Grécia novamente agravada

O ajuste orçamental, a redução dos salários e a fraqueza das exportações estão a aprofundar a recessão na Grécia. Níveis históricos do desemprego estão a aumentar as tensões sociais.
29 de Maio de 2013 às 10:20

Este é o cenário central das previsões económicas divulgadas esta quarta-feira pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) que mantém um cenário pessimista para a Grécia, apesar de algumas melhorias ligeiras em alguns dos indicadores.

Neste quadro, e por considerar que os ajustes orçamentais devem continuar, a OCDE considera que pode ser necessário "financiamento adicional ao abrigo do programa da UE e do FMI".

No que toca aos indicadores, e tendo em conta as previsões que apresentou em novembro do ano passado, a OCDE agrava as previsões do PIB para este ano (de -4,3% para -4,8%) melhorando ligeiramente, de -1,3% para -1,2% o valor da recessão em 2014.

O consumo interno – público e privado – deverá cair 6,2% este ano e mais 3,8% em 2014, com as importações a caírem 6,9% (2013) e 3% (2014) e as exportações a aumentarem 1,2% este ano mas mais de 6% no próximo.

Mais pessimista é a previsão sobre o desemprego que é corrigida em alta, face a novembro, de 26,7% para 27,8% este ano e de 27,2 para 28,4% em 2014.

O défice das contas públicas deverá cair para 4,1% este ano (foi 10% em 2012) e para 3,5% em 2014, com a dívida pública a subir de 165,6% para 183,7% do PIB este ano e para 189,2% em 2014.

OCDE Grécia recessão desempregoPIB défice
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)