Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Recusa em usar máscara está relacionada com transtorno de personalidade antissocial, revela estudo

Obrigatoriedade do uso de máscara tem gerado vários protestos em todo o Mundo.
Correio da Manhã 27 de Outubro de 2020 às 10:54
Máscaras
Máscaras FOTO: Getty

Um estudo publicado no Brasil relaciona diretamente a resistência em utilizar máscaras de proteção contra a Covid-19, com traços de um distúrbio psicológico apelidado de transtorno da personalidade antissocial. A investigação recaiu sobre uma amostra de 1500 pessoas com idades compreendidas entre os 18 e os 73 anos.

Através de um questionário, os cientistas brasileiros procuraram identificar a ressonância afetiva dos participantes – processo que estabelece a ligação de um indivíduo com o outro e os sentimentos gerados – e compreender os comportamentos dos inquiridos face às medidas de contenção da Covid-19 anunciadas pelos governos dos seus países.

Quando os perfis foram analisados, dois saltaram à vista: o primeiro relaciona-se com um padrão antissocial resistente às medidas de proteção e um segundo mais empático que tende a agir em conformidade com as regras.

A eficácia do uso de máscaras tem vindo a ser comprovada de várias formas e estudos, no entanto, a obrigatoriedade de utilização das mesmas tem vindo a ser alvo de vários protestos em várias zonas do Mundo.

Brasil Covid-19 ciência e tecnologia questões sociais transtorno personalidade antissocial
Ver comentários