Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

REFÉM AMERICANO FOI EXECUTADO

Um vídeo colocado ontem ao final da tarde num ‘site’ islamista na internet pelo grupo do terrorista Abu Musab al-Zarqawi mostra a decapitação de um dos três reféns ocidentais sequestrados na semana passada no Iraque. A execução terá ocorrido escassas horas após o expirar do prazo dado pelos terroristas. O corpo já foi recuperado e a identidade confirmada.
20 de Setembro de 2004 às 20:45
A gravação apareceu num ‘site’ normalmente utilizado pelo grupo do terrorista Abu Musab al-Zarqawi para divulgar os seus comunicados, e foi antecedida por um comunicado assinado por Abu Maysarah al-Iraqi, um pseudónimo usado no passado por aquele grupo. O refém executado é identificado no vídeo como Eugene Armstrong, de nacionalidade norte-americana. Armstrong foi sequestrado no final da semana passada em Bagdad juntamente com um compatriota e um cidadão britânico.
O mesmo comunicado afirma ainda que os restantes reféns serão mortos nas próximas horas. Recorde-se que os sequestradores tinham dado no sábado um prazo de 48 horas para que fossem cumpridas as suas exigências – a libertação de todas as mulheres iraquianas detidas pela coligação – e ameaçavam decapitar os reféns se isso não acontecesse. O prazo expirou ontem, no mesmo dia em que um grupo de 18 soldados iraquianos sequestrados por um grupo de partidários do líder radical xiita Moqtada al-Sadr foi libertado.
ULEMAS ASSASSINADOS
Dois importantes dirigentes religiosos sunitas foram, entretanto, assassinados por desconhecidos em Bagdad. Hazem Zaidi, dirigente do Comité de Ulemas muçulmanos, principal organização religiosa sunita do Iraque, foi sequestrado domingo por homens armados e o seu corpo foi encontrado ontem de manhã junto a uma mesquita em Sadr City, bastião xiita nos arredores da capital iraquiana. Horas depois, o imã do bairro de al-Baya, no sudoeste de Bagdad, Mohammed Jadu, também ele um destacado membro do Comité de Ulemas, foi igualmente assassinado por desconhecidos perto da sua mesquita.
Ver comentários