Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Refém britânico é morto e outros três são libertados na Nigéria

Agentes identificaram como principais suspeitos do sequestro um grupo de militantes chamado Karowei.
Lusa 6 de Novembro de 2017 às 16:56
Ian Squire
Ian Squire
Ian Squire
Ian Squire
Ian Squire
Ian Squire
Um britânico sequestrado em outubro no estado do Delta, na Nigéria, foi morto e outros três reféns da mesma nacionalidade foram libertados, confirmou esta segunda-feira o Ministério dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido.

O refém assassinado foi identificado como Ian Squire, um dos quatro britânicos que foram raptados na madrugada de 13 de outubro, segundo um comunicado do Ministério, que não apresentou mais detalhes do caso.

De acordo com a polícia nigeriana, os agentes identificaram como principais suspeitos do sequestro um grupo de militantes chamado Karowei.

As autoridades britânicas e nigerianas negociaram a libertação dos outros três cidadãos britânicos, Alanna Carson, David Donovan e Shirley Donovan.

"A nossa equipa continuará a fazer tudo o que for possível para apoiar as famílias", sublinhou um porta-voz do Ministério britânico, acrescentando que as autoridades nigerianas estão a investigar o caso.

Os familiares dos reféns libertados disseram aos meios de comunicação que se sentem "encantados e aliviados" pela libertação e ainda que "os seus pensamentos estão com a família e os amigos" de Ian Squirel.

Os quatro britânicos, que fazem parte de uma instituição de caridade cristã, foram capturados perto de Warri, no estado do Delta, onde estiveram envolvidos com a ajuda humanitária durante três anos.

As circunstâncias da morte de Ian Squire não foram divulgadas.

Os sequestros são muito comuns no sul da Nigéria, onde pessoas com património e as suas famílias são alvo de grupos criminosos. Frequentemente, as vítimas são libertadas alguns dias depois do pagamento do resgate pedido.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)