Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Regime chinês conseguiu ocultar furos deixados por balas de Tiananmen

Jiahao soube quando estudava nos EUA que o exército do seu país matou centenas de estudantes que exigiam reformas políticas.
Lusa 25 de Maio de 2019 às 08:27
Bandeira da China
Bandeira da China
Bandeira da China
Bandeira da China
Bandeira da China
Bandeira da China
Bandeira da China
Bandeira da China
Bandeira da China

Nascido em 1989, o chinês Jiahao só soube passadas quase três décadas, quando estudava nos EUA, que a 04 de junho daquele ano o exército do seu país matou centenas de estudantes que exigiam reformas políticas.

Após pesquisar no Google - motor de busca bloqueado na China -, ele entendeu finalmente o "misto de curiosidade e cautela" com que os seus colegas norte-americanos lhe perguntavam o que achava do 04 de junho de 1989.

"Até então, respondia sempre com uma pergunta: mas o que se passou nesse dia?", recorda à agência Lusa.

Google EUA Jiahao China questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)