Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Regime de Assad exige garantias

Depois da escalada de violência que nos últimos dias terá feito mais de mil mortos, o regime sírio fez ontem novas exigências que poderão pôr em causa o acordo de cessar-fogo negociado na semana passada pelo enviado da ONU e da Liga Árabe, Kofi Annan, e cuja entrada em vigor estava prevista para amanhã.
9 de Abril de 2012 às 01:00
Manifestação antigovernamental nos arredores de Damasco. Regime está cada vez mais isolado
Manifestação antigovernamental nos arredores de Damasco. Regime está cada vez mais isolado FOTO: Reuters

O governo de Damasco exige agora "garantias escritas" em como as forças da oposição vão depor as armas e cumprir os termos do cessar-fogo, antes de dar ordem às suas tropas para fazerem o mesmo. "Dizer que a Síria vai retirar as forças militares das cidades no próximo dia 10 [amanhã] é incorrecto. Não o faremos até que Kofi Annan garanta que os grupos terroristas armados se comprometem a pôr fim à violência", afirmou um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros sírio. O regime de Damasco exige ainda que o Qatar, a Arábia Saudita e a Turquia se comprometam por escrito a não financiar os rebeldes.

Segundo a oposição síria, mais de mil pessoas, na sua maioria civis, foram mortas na última semana, numa escalada de violência que deixou o enviado da ONU e da Liga Árabe "chocado". "Estas acções violam tudo aquilo que foi acordado comigo", afirmou Kofi Annan ainda antes de conhecer as novas exigências do regime de Damasco.

SÍRIO AGUARDA POR MELHORES DIAS NO PORTO

Siwar Ala é um estudante curdo sírio de 24 anos, a viver no Porto enquanto espera resposta ao pedido de asilo político apresentado em Espanha, onde chegou em 2008, com um tio. Na Síria ficaram os pais e um irmão. "Somos a maior nação do Mundo sem um país, um Estado, direitos, nada. É a nossa terra e não podemos falar no nosso idioma", diz Siwar sobre o povo curdo, adiantando que abandonou a Síria por estar a ser perseguido pela polícia secreta, que o fez ser expulso da universidade.

SÍRIA BASHAR AL-ASSAD VIOLÊNCIA PLANO PAZ
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)