Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

REINO UNIDO VAI INVESTIGAR MORTE DE PRINCESA DIANA

A 6 de Janeiro próximo vai finalmente ser aberto no Reino Unido um inquérito às mortes da princesa Diana e do seu acompanhante, o milionário Dodi al-Fayed, vitimados em 1997 por um acidente de automóvel.
19 de Dezembro de 2003 às 00:00
O anúncio foi feito pelo responsável das averiguações, Michael Burgess, que explicou ter sido “a complexidade da situação” o factor que motivou o atraso na abertura do inquérito. Burgess explicou ainda que haverá dois inquéritos, um para Diana, em Londres, e outro para Dodi, realizado em Reigate, no Surrey, região onde foi sepultado o magnata.
Trata-se das primeiras inquirições públicas sobre o acidente realizadas no Reino Unido, mas o caso foi julgado em França, onde as autoridades consideraram que a responsabilidade da tragédia coube a Henri Paul, condutor da princesa, que conduzia sob efeito do álcool e em velocidade excessiva quando se despistou num túnel da capital francesa.
Mohamed al- Fayed, pai de Dodi, insiste na tese de atentado, pelo que se mostrou satisfeito com a abertura da investigação. Considera, ainda assim, que é necessário um processo judicial completo para apurar toda a verdade.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)