Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Rejeitado inquérito à morte de Kadhafi

O Conselho Nacional de Transição (CNT) da Líbia recusou ontem qualquer investigação internacional às circunstâncias que rodearam a morte de Muammar Kadhafi, apesar de um novo vídeo mostrar que o ditador foi brutalmente espancado e até sodomizado com um pau antes de morrer.
25 de Outubro de 2011 às 01:00
MUAMMAR KADHAFI, MORTE, LÍBIA, CNT
MUAMMAR KADHAFI, MORTE, LÍBIA, CNT FOTO: Reuters

O novo vídeo, que ontem chegou às redes sociais, mostra o ditador ensanguentado a ser sodomizado com um pau momentos após a captura, nos arredores de Sirte, na quinta-feira. Há ainda relatos que dão conta de que Kadhafi terá sofrido igual tortura, mas com o cano de uma espingarda .

Num outro vídeo igualmente conhecido ontem, um combatente rebelde de nome Mohamed el Ureybi assume a autoria da execução. "Dei--lhe dois tiros, na cabeça e na barriga", afirma o rebelde.

Apesar dos indícios de execução sumária, o CNT rejeita uma investigação internacional. "Não vamos ceder a uma provocação internacional sobre este assunto", afirmou ontem o ministro da Informação do Conselho Nacional de Transição, Mohamed Shamam, no mesmo dia em que o CNT ordenou o fim da exposição pública do cadáver do ditador.

MUAMMAR KADHAFI MORTE LÍBIA CNT
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)