Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Relações com a Líbia retomadas

Os EUA anunciaram ontem o restabelecimento das relações diplomáticas com a Líbia e a remoção do governo de Trípoli da lista de países que apoiam o terrorismo.
16 de Maio de 2006 às 00:00
Muammar Khadafi
Muammar Khadafi FOTO: Alexander Joe/AFP
Segundo a secretária de Estado norte-americana Condoleezza Rice, o restabelecimento das relações diplomáticas constitui o “reconhecimento do compromisso da Líbia para com a sua renúncia ao terrorismo e a sua excelente cooperação com os EUA e a comunidade internacional” no âmbito da guerra ao terrorismo.
Os EUA encerraram a sua embaixada em Trípoli e impuseram sanções económicas ao regime de Muammar Khadafi em 1980, após o envolvimento da Líbia em várias acções terroristas, incluindo o atentado de Lockerbie. Nos últimos anos, a Líbia tem tentado reaproximar-se do Ocidente, renunciando ao apoio ao terrorismo e aos programas de desenvolvimento de armas de destruição em massa, decisões que já lhe haviam valido, há dois anos, o levantamento das sanções económicas impostas pelos EUA.
Segundo o congressista democrata Tom Lantos, a decisão devia servir de exemplo para o Irão, por mostrar que os EUA “tomam nota das mudanças positivas de comportamento e estão dispostos a responder”.
Ver comentários