Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Relógios adiantam meia hora na Venezuela

Medida tomada para poupar eletricidade.
1 de Maio de 2016 às 13:38
A decisão foi anunciada em meados de abril pelo governo de Nicolás Maduro
A decisão foi anunciada em meados de abril pelo governo de Nicolás Maduro FOTO: EPA
Com o país assolado por uma crise económica, os venezuelanos viram-se obrigados a dormir menos meia hora este domingo de madrugada, naquela que é mais uma medida aplicada pelo Governo de Nicolás Maduro para poupar energia.

Às 02h30, hora local, este país sul-americano, dependente do petróleo e membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo, adiantou os relógios 30 minutos, refere a agência de notícias francesa AFP.

A decisão, anunciada em meados de abril, faz parte de um pacote de medidas para fazer face à escassez de eletricidade no país.

O Governo socialista de Maduro aprovou ainda "apagões", reduziu para dois dias de trabalho por semana no setor público e ordenou que as escolas fechassem às sextas-feiras.

Maduro responsabilizou o fenómeno meteorológico El Nino pela falta de chuva que reduziu os lagos em barragens da Venezuela para poças de grandes dimensões.

A seca que atinge a Venezuela é a mais grave em 40 anos.
Governo de Nicolas Maduro El Nino Venezuela economia negócios e finanças
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)