Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Renamo ameaça reagir

Afonso Dhlakama, o líder da Renamo, o principal partido da oposição de Moçambique, ameaçou esta sexta-feira reagir "fortemente" contra os eventuais assassinos do deputado do seu partido, José Mascarenhas, morto a tiro na cidade da Beira, capital provincial de Sofala, centro de Moçambique.
10 de Março de 2006 às 16:27
"A reacção da Renamo-União Eleitoral será forte contra os criminosos, que assassinaram José Mascarenhas", disse Afonso Dhlakama que espera que seja desencadeada uma investigação, recusando, no entanto, "misturar o assunto com questões políticas".
O corpo de Mascarenhas foi encontrado na segunda-feira numa praça da Beira, capital de Sofala, "crivado de balas e sem roupa", estava apenas calçado, mas só na quinta-feira a família conseguiu identificar o seu corpo na morgue da segunda maior cidade do país.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)