Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Renamo exige repetição das eleições

A contagem dos votos das eleições do passado dia 28 prossegue em Moçambique, mas o movimento oposicionista da Renamo exige desde já a anulação dos resultados, que mantém forte liderança do presidente Armando Guebuza e do seu partido, a Frelimo.
2 de Novembro de 2009 às 00:30
Dhlakama volta a protestar
Dhlakama volta a protestar FOTO: António Silva/Lusa

José Manteigas, porta-voz da Renamo, afirmou à Rádio de Moçambique que o escrutínio tinha sido fraudulento, com votos "deliberadamente anulados" em numerosas assembleias de voto.

Com três milhões de votos escrutinados no passado sábado, (referentes a 72% de assembleias de voto), Guebuza liderava as Presidenciais com 77%, seguido do líder da Renamo, Afonso Dhlakama, com 14%. Em terceiro lugar estava o líder do MDM, Daviz Simango, com 9,3 %.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)