Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

RESISTÊNCIA ATACA GOVERNO IRAQUIANO

Uma bomba explodiu esta quinta-feira num dos veículos de uma caravana automóvel de um alto funcionário do ministério iraquiano das Finanças, quando circulava no centro de Bagdad. O alvo do ataque, Ihsan Karim, ficou ferido, mas dois dos seus assessores morreram.
1 de Julho de 2004 às 12:35
De acordo com um porta-voz do Ministério do Interior do novo governo interino do Iraque, a bomba foi colocada num dos veículos da caravana automóvel de Ihsan Karim e explodiu, esta manhã, quando os veículos circulavam no centro da capital iraquiana.
No mês passado, a guerrilha da resistência iraquiana assassinou diversos funcionários do governo transitório. Em Maio, um bombista suicida matou o então presidente do já extinto Conselho Governativo iraquiano.
25 MILHÕES POR ZARQAWI
O terrorista jordano Abu Musab al-Zarqawi, presumível comandante da al-Qaeda no Iraque, é considerado pelos norte-americanos um operacional muito eficaz e ameaçou matar o novo primeiro-ministro iraquiano, Iyad Allawi, tendo já reivindicado responsabilidade por diversos actos terroristas em solo iraquiano.
No passado mês de Outubro, as autoridades norte-americanas anunciaram um prémio de 5 milhões de dólares a quem fornecesse informação que conduzisse à captura de Zarqawi.
O valor do prémio foi aumentado, em Fevereiro, para 10 milhões de dólares. Hoje, o Departamento de Estado dos EUA anunciou novo aumento do valor do prémio, para 25 milhões de dólares.
GENERAL SUBSTITUÍDO
O general Ricardo Sanchez, o mais graduado oficial norte-americano no Iraque, foi hoje rendido pelo general George Casey no comando das forças multinacionais naquele país.
General de quatro estrelas, Casey era o vice-Chefe do Estado Maior do Exército dos EUA. O general Sanchez regressa ao posto que ocupava anteriormente, o comando das forças norte-americanas estacionadas na Alemanha.
As autoridades norte-americanas insistem como esta substituição de comando deriva de uma normal rotação de efectivos, nada estando relacionada com o escândalo de torturas de presos iraquianos em Abu Ghraib.
EUA DUPLICAM MOBILIZAÇÃO DE RESERVISTAS
O Exército norte-americano planeia convocar um novo grupo de cerca de 4 mil soldados na reserva para cumprir serviço no Iraque e no Afeganistão, elevando o número total da mobilização anunciada esta semana para quase 10 mil homens.
Anteriormente, o Exército norte-americano anunciara a convocatória de 5.764 soldados na reserva, incluídos numa unidade que contém antigos soldados ainda disponíveis para ser chamados para serviço activo.
Ver comentários