Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

"Respeitar a lei não é opcional"

Rei Felipe VI deixa aviso a Artur Mas em cerimónia judicial.
Ricardo Ramos 24 de Julho de 2015 às 16:28
Felipe VI (à esquerda) não aceita o processo separatista liderado por Artur Mas
Felipe VI (à esquerda) não aceita o processo separatista liderado por Artur Mas FOTO: Andrea Comas/Reuters
O rei Felipe VI de Espanha avisou esta quinta-feira Artur Mas de que o "o respeito pela lei não é opcional", numa referência à promessa do líder separatista da Catalunha de proclamar a independência da região "no prazo de seis meses" se a lista soberanista vencer as eleições regionais de 27 de setembro.

O monarca espanhol, que falava numa cerimónia judicial em Barcelona, lembrou, na presença de Mas, que o respeito pela lei "é uma exigência incontornável da convivência democrática" e "não deve ser um simples trâmite, uma mera formalidade ou uma opção". Artur Mas disse depois aos jornalistas "não se sentir visado" pelas palavras do rei.

Perante o crescente desafio soberanista, o ministro da Justiça, Rafael Catalá, advertiu esta semana que Madrid tem "vários instrumentos" à sua disposição para travar a independência da Catalunha, incluindo a suspensão da autonomia regional.

Entretanto, começam a surgir divisões na lista soberanista que integra a CDC, de Mas, e a ERC, de Oriol Junqueras. O acordo estipula que, em caso de vitória nas eleições, Mas, que surge no quarto lugar da lista separatista, chefiará o governo. No entanto, o ‘número um’ da lista, o independente Raul Romeva, disse ontem que o pacto "não afirma explicitamente que o chefe do governo será Artur Mas", numa declaração que caiu mal nas hostes da CDC.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)