Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Rice visita Iraque após ameaça de líder xiita

A secretária de Estado norte-americana, Condoleezza Rice, deslocou-se ontem a Bagdad para apoiar os esforços do governo iraquiano destinados a isolar o clérigo radical xiita Moqtada al-Sadr, um dia depois deste ter ameaçado com uma "guerra aberta" contra as forças de segurança iraquianas.
21 de Abril de 2008 às 00:30
A secretária de Estado dos EUA com Nuri al-Maliki
A secretária de Estado dos EUA com Nuri al-Maliki FOTO: Reuters

Numa visita-surpresa, Rice afirmou que pretende apoiar o que chamou de novo 'centro' político no Iraque, de suporte à ofensiva do primeiro-ministro Nuri al-Maliki contra o Exército de Mehdi, a milícia de Sadr. 'Temos assistido à aglutinação de um centro de políticos iraquianos em que a liderança sunita e a curda e membros da xiita não associados a esses grupos especiais (o Exército de Mehdi) têm trabalhado em conjunto melhor do que nunca. Gostaria de ver o que podemos fazer para promover esse centro que penso estar, claramente, a emergir', afirmou a secretária de Estado norte-americana.

A visita de Rice ocorreu no dia seguinte a Sadr ter ameaçado com uma ofensiva contra o governo iraquiano caso não cessem os ataques contra os seus seguidores. Por seu lado, as forças americanas anunciaram ontem ter assassinado 20 milicianos em Sadr City (Bagdad), bastião do clérigo radical xiita.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)