Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Rio de Janeiro: Temporal já fez 95 mortos (ACTUALIZADA)

As fortes chuvas que assolam o estado do Rio de Janeiro há 24 horas já provocaram a morte de pelo menos 95 pessoas e mais de 89 feridos, segundo dados da Defesa Civil municipal. O governador Sérgio Cabral já declarou o Estado de Emergência.
6 de Abril de 2010 às 22:04
Estradas estão cortadas e o trânsito congestionado
Estradas estão cortadas e o trânsito congestionado FOTO: Pedro Lopes
O secretário estadual da Saúde e Defesa Civil, Sérgio Cortês, disse ao diário 'O Globo' que há dezenas de desaparecidos e oito bombeiros que ficaram gravemente feridos durante uma operação de resgate.

Sérgio Cortês disse ainda que a maioria das mortes ocorreu nas zonas de risco e pediu a todos os que moram em locais que correm o risco de sofrer um deslizamento de terras que abandonem as suas habitações e liguem para os bombeiros. 

De acordo com o site brasileiro 'O Dia', mais de 200 pessoas estão desalojadas em todo o estado do Rio de Janeiro.

Um deslizamento de terras no Morro da Chacrinha, na Barra da Tijuca, provocou a morte de 4 crianças, com idades entre os 5 e os 13 anos, que não conseguiram sair a tempo da casa onde se encontravam.

Os tribunais, universidades, câmaras municipais e estaduais, o Ministério Público Estadual e a Defensoria Pública estão encerrados.

De acordo com a imprensa local, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, apelou aos habitantes que evitem sair de casa e afirmou que a maior preocupação no momento diz respeito às habitações que se encontram em risco devido aos deslizamentos de terras.

A Defesa Civil municipal declarou o estado de alerta às 17h00 (hora local) da passada segunda-feira e a Secretaria municipal da Educação informou que à semelhança do que aconteceu esta terça-feira, as aulas continuarão suspensas pelo menos até à próxima quarta-feira, deixando em casa cerca de 780 mil alunos.

O aeroporto de Santos Dumont, da cidade do Rio de Janeiro, está fechado enquanto o aeroporto Internacional Tom Jobim tem cancelado os voos porque os passageiros não conseguem chegar até ao local.

Uma turista francesa disse à imprensa local que o Rio de Janeiro não está preparado para este tipo de desastres naturais e que a realização dos Jogos Olímpicos poderá vir a ser “um problema”.

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê para quarta-feira, devido à passagem de uma frente fria pelo litoral da Região Sudeste, a ocorrência de pancadas de chuva, moderadas e ocasionalmente fortes no estado do Rio de Janeiro, podendo alcançar também o do Espírito Santo. 

ANGRA DOS REIS

A chuva intensa provocou a queda de árvores e o deslizamento de terras sem deixar feridos. De acordo com a Defesa Civil pelo menos 30 casas foram inundadas pela água acumulada das chuvas.

NITERÓI E SÃO GONÇALO

Os deslizamentos de terra já provocaram a morte a 41 pessoas em Niterói e pelo menos 9 pessoas em São Gonçalo. O trânsito está cortado em vários pontos da cidade devido a estradas bloqueadas e a viaturas inundadas.

NITERÓI E SÃO GONÇALO

Os deslizamentos de terra já provocaram a morte a 41 pessoas em Niterói e pelo menos 9 pessoas em São Gonçalo. O trânsito está cortado em vários pontos da cidade devido a estradas bloqueadas e a viaturas inundadas.

RIO DE JANEIRO

A quantidade atípica da água das chuvas tem provocado um constante deslizamento de terras na capital de estado. O trânsito da movimentada cidade está congestionado em diversas zonas devido à queda de árvores e ao excesso de água que já alagou várias ruas e avenidas.
O governador Sérgio Cabral já declarou o estado de emergência.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)