Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Rockets disparados contra Israel

Militantes palestinianos dispararam este domingo dois rockets contra o sul de Israel, sem causar vítimas. Entretanto, prosseguem os contactos entre o governo israelita e o Hamas sobre um cessar-fogo de longo prazo.
8 de Fevereiro de 2009 às 18:16

Um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros egípcio, país que está a mediar as conversações, revelou este domingo que “há sinais positivos de ser atingido um acordo nos próximos dias".   

Hossam Zaki, em declarações à AFP, referiu mesmo a existência de "um acordo verbal sobre um trégua de um ano e meio", envolvendo uma "parcial reabertura de pontos de passagem".  

Uma delegação do grupo radical palestiniano tem mantido reuniões com funcionários egípcios e espera-se que segunda-feira surja uma resposta definitiva do Hamas. 

No entanto, o líder máximo do movimento palestiniano, Khalid Meshal, afirmou hoje em Cartum, Sudão, que um acordo bilateral não será possível enquanto Israel mantiver o bloqueio.

Em conferência de imprensa, Khalid Meshal, citado pela EFE, condicionou ainda um cessar-fogo a que Israel cesse todas os ataques contra a Faixa de Gaza, embora o Hamas pretenda continuar a "defender-se" dos mesmos através do lançamento de rockets.

 


 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)