Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Rússia condenada por violar direitos humanos

A prisão preventiva prolongada de um ex-responsável do grupo petrolífero russo Iukos, com cancro em estado avançado e sida, foi condenada por unanimidade pelo Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, em Estrasburgo.
22 de Dezembro de 2008 às 17:27

Mantido durante 34 meses na prisão, o advogado Vassili Aleksanian foi vítima  de uma série de graves violações dos direitos humanos por parte das autoridades russas e a sua detenção não foi justificada  por 'motivos pertinentes e suficientes', considerou o Tribunal.

Moscovo é ainda condenado por ter demorado dois meses a transferir Vassili Aleksanian da prisão para um hospital externo e por ter recusado que ele fosse examinado por uma comissão médica mista. A 8 de Dezembro, um tribunal russo ordenou a sua libertação, mas este continua hospitalizado com uma caução de 50 milhões de rublos  (1,4 milhões de euros).  

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)