Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Rússia lamenta erro burocrático

A Rússia avançou esta segunda-feira um pedido de desculpas aos senadores norte-americanos Richard Lugar e Barack Obama, depois de os dois terem sido impedidos de embarcar num voo, durante várias horas, num aeroporto de província russo, justificando o incidente com um lamentável erro burocrático.
29 de Agosto de 2005 às 13:32
O incidente diplomático ocorreu no domingo, quando Lugar e Obama, membros da Comissão de Relações Externas do senado norte-americano, se preparavam para iniciar uma viagem, num avião militar norte-americano, entre a cidade de Perm e a Ucrânia, no entanto, a saída do aeroporto foi travada por responsáveis russos.
Numa declaração oficial lida esta segunda-feira, o ministério russo dos Negócios Estrangeiros afirma que a Rússia “lamenta o mal entendido criado e o inconveniente criado aos senadores”. No mesmo comunicado, aquele ministério salienta que “ não seria apropriado falar sobre a “detenção” dos senadores em Perm”.
A Rússia justifica que o voo em que deviam seguir os senadores norte-americanos foi atrasado devido a dúvidas por parte dos responsáveis de fronteira locais. Alegadamente, estes responsáveis desconheciam os procedimentos legais para lidar com aparelhos aéreos militares em voos internacionais e precisaram de tempo para esclarecer os procedimentos a seguir.
Por seu lado, a embaixada norte-americana em Moscovo, declarou que o incidente foi gerado por “um mal entendido” sobre o estatuto do voo em causa. “Depois de esclarecido, o avião seguiu viagem sem ser investigado, O problema foi resolvido”, disse ainda aquela representação diplomática.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)