Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Russos atacaram empresa de software nas eleições dos EUA

Não é adiantado se a pirataria teve algum efeito nos resultados eleitorais.
6 de Junho de 2017 às 07:29
Computador
Computador
Computador
Computador
Computador
Computador
Um documento classificado recentemente divulgado aponta para que piratas informáticos russos atacaram pelo menos um fornecedor de programas para votação, dias antes da eleição Presidencial nos EUA, no final do ano passado.

O relatório de um serviço de informações norte-americano sugere que a pirataria informática relacionada com a eleição presidencial tinha penetrado mais nos sistemas de votação do que se pensava, noticiou a agência AP.

As cinco páginas classificadas do relatório da Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês) foram colocadas na Internet, na segunda-feira, pela The Intercept. Não é adiantado se a pirataria teve algum efeito nos resultados eleitorais.

No relatório da NSA, datado de 5 de maio, afirma-se que a espionagem militar russa atacou uma empresa de programas informáticos ('software') para eleições e enviou mensagens de correio eletrónico malicioso para mais de 100 dirigentes locais envolvidos no processo eleitoral, no fim de outubro ou início de novembro.

A AP não pode confirmar a autenticidade do relatório.

Os serviços de informações dos EUA escusaram-se a comentar.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)