Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Ryanair condenada por cobrar 20 euros a passageira que tinha bagagem de mão

Companhia aérea vai reembolsar a cliente.
20 de Novembro de 2019 às 15:46
Avião da Ryanair
Avião da Ryanair
A companhia aérea Ryanair foi condenada esta quarta-feira por um tribunal em Madrid, por cobrar 20 euros extra a uma passageira que levava bagagem de mão, uma medida considerada "abusiva" pela juíza. A empresa vai ter de reembolsar a cliente no valor que esta foi obrigada a pagar, mais juros, de acordo com a Reuters.

A passageira viajava de Madrid, Espanha, para Bruxelas, Bélgica e foi obrigada pelo staff da companhia aérea a pagar 20 euros para embarcar com a bagagem de mão de 10 quilos.

A juíza considerou que a bagagem podia ter sido transportada na cabine facilmente, devido ao peso e tamanho, caracterizando o custo adicional "abusivo".

O Tribunal decidiu anular a cláusula que a Ryanair aplica nesses casos e ordenou que fosse banida. A juíza negou uma compensação por danos morais reivindicados pela cliente. A decisão não pode ser recorrida.
Ryanair Madrid Reuters transportes aviação condenada
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)