Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Salário mínimo espanhol sobe para 600 euros

O Governo socialista espanhol aprovou esta sexta-feira o aumento do salário mínimo, fazendo-o passar dos actuais 570,6 euros para 600 já à partir de Janeiro.
28 de Dezembro de 2007 às 13:06
O primeiro-ministro espanhol, José Luis Zapatero, em conferência de imprensa no último Conselho de Ministros do ano, afirmou que este aumento foi conseguido devido ao entendimento entre sindicatos e patronato.
Zapatero lembrou que, quando tomou posse em 2004, o salário mínimo era de 460 euros, pelo que o valor agora alcançado corresponde a uma das suas promessas eleitorais. Em quatro anos, os espanhóis passaram a receber mais 140 euros mensais.
O actual líder do governo espanhol é também candidato às próximas eleições gerais, que se realizam em Março, e já prometeu elevar o salário mínimo até aos 800 euros caso seja reeleito.
À excepção dos antigos países do bloco de leste, a Espanha é um dos países com o salário mínimo mais baixo da União Europeia, juntamente com Portugal, Grécia e Malta.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)