Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Salta da janela do 6.º andar para evitar violação e acaba detida

Modelo ficou tetraplégica. Diz que foi "um ato desespero" mas a polícia suspeita de prostituição.
22 de Março de 2018 às 15:12
Jovem sofreu várias fraturas na coluna
Ekaterina Stetsyuk saltou da janela do 6º andar
Ekaterina Stetsyuk é modelo na Rússia
Modelo alega estar a tentar escapar a uma violação
Jovem sofreu várias fraturas na coluna
Ekaterina Stetsyuk saltou da janela do 6º andar
Ekaterina Stetsyuk é modelo na Rússia
Modelo alega estar a tentar escapar a uma violação
Jovem sofreu várias fraturas na coluna
Ekaterina Stetsyuk saltou da janela do 6º andar
Ekaterina Stetsyuk é modelo na Rússia
Modelo alega estar a tentar escapar a uma violação

Ekaterina Stetsyuk, modelo russa de 22 anos, ficou tetraplégica após saltar da janela do 6.º andar de um hotel de luxo no Dubai. A jovem afirma ter cometido o "ato de desespero" para escapar às investidas sexuais de um empresário, mas as autoridades ordenaram a sua detenção por suspeitas de prostituição.

Segundo o jornal Metro, a rapariga afirmou que foi coagida a entrar no quarto, por um conhecido empresário local, sob ameaça de uma faca encostada ao pescoço.

O agressor foi detido enquanto tentava apanhar um voo para fora da cidade árabe, mas declarou inocência e alegou que a jovem decidiu saltar por vontade própria.

O testemunho do acusado levou a que Ekaterina fosse detida por prostituição e as autoridades aguardam a melhoria do estado de saúde da jovem para oficializar a abertura do caso.

A mãe e amigos da modelo estão revoltados com as acusações e revelam que a russa "não tinha necessidade de vender sexo", pois é uma "conhecida profissional da moda no seu país".

"Para salvar a sua vida e dignidade, ela saltou de uma janela do 6º andar", revelou uma amiga da jovem.

"A coluna e várias vértebras foram fraturadas. Ela não consegue andar ou mover os membros, mas os médicos estão confiantes da recuperação, pois a espinal medula está intacta", declarou a mãe da rapariga.

O empresário está detido e pode ser condenado a 15 anos de prisão se for provada a tentativa de homicídio.

Ekaterina poderá ser julgada por prostituição, um crime considerado grave no Dubai.

Ekaterina Stetsyuk Dubai Metro empresário crime lei e justiça questões sociais hotel violação
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)