Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Salvam-se de naufrágio agarrando-se a rochas de canyon

Acidente aconteceu no lago da Barragem da Central Hidroeléctrica de Furnas, no interior do estado brasileiro de Minas Gerais.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 10 de Setembro de 2017 às 13:19
Barragem da Central Hidroeléctrica de Furnas, em Minas Gerais
Barragem da Central Hidroeléctrica de Furnas, em Minas Gerais FOTO: Getty Images

O naufrágio de um barco com turistas no imenso lago da Barragem da Central Hidroeléctrica de Furnas, no interior do estado brasileiro de Minas Gerais, e que poderia ter sido uma tragédia, terminou no entanto sem vítimas devido, ironicamente, a proximidade de um enorme obstáculo natural, o paredão de um "canyon". Os náufragos agarraram-se desesperadamente às pedras do gigantesco paredão e escaparam praticamente sem ferimentos de monta.

O acidente, de causas ainda desconhecidas, ocorreu quinta-feira, feriado no Brasil, na região conhecida como Capitólio, no município de São João Batista do Glória. Na escuna iam cerca de 20 pessoas, entre tripulantes e turistas brasileiros que iam conhecer o famoso "canyon" da região, um pedaço do rio ladeado por altíssimos paredões de rocha.

A certa altura, segundo alguns dos sobreviventes depois de ter batido numa pedra submersa, o barco começou a virar, e afundou em poucos minutos. Passageiros e tripulantes, apesar do pânico do momento, conseguiram ter sangue-frio suficiente para irem até às rochas da parte de baixo do paredão e segurar-se a elas.

Foi isso que salvou a todos e fez o dia terminar com um susto indescritível mas sem vítimas a lamentar. Outras embarcações que estavam na mesma região socorreram os náufragos, que esperaram o resgate agarrados às escorregadias rochas com toda a força que tinham.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)