Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Segurança finge ser médico e opera idosa que morreu após cirurgia

Doente morreu duas semanas depois de ter sido operada a um ferimento nas costas no hospital estatal Mayo, no Paquistão.
Correio da Manhã 8 de Junho de 2021 às 23:27
Hospital Mayo, no Paquistão
Hospital Mayo, no Paquistão FOTO: Reuters
Uma mulher morreu depois de ter sido operada por um ex-segurança que se fez passar por médico num hospital no Paquistão.

A idosa, de 80 anos morreu duas semanas depois de ter sido operada a um ferimento nas costas no hospital estatal Mayo, em Lahore.

Segundo o jornal The Independent, Shameema Begum deu entrada no hospital no dia 17 de maio. Foi nessa altura que o alegado homem se terá feito passar por médico e oferecido ajuda à família.

A família pagou ao impostor, conhecido como Muhammad Waheed Butt, pela cirurgia e por duas visitas ao domicílio para realizar tratamento. No entanto, a ferida continuou a piorar.

Os familiares acabaram por ser informados de que não havia nenhum médico com este nome naquela unidade hospitalar. Na verdade, Butt teria trabalhado no hospital, mas como segurança.

Em declarações à AFP, um funcionário administrativo do hospital admitiu que o hospital é grande, o que pode provocar situações como a da idosa. "Não podemos acompanhar o que cada médico está a fazer", relembrou, acrescentando ainda que não foi esclarecida qual a cirurgia que a paciente realizou.

O superintendente do hospital revelou à Geo TV que o ex-segurança acabou detido. Um outro funcionário foi suspenso por auxílio.

O corpo de Shameema será agora alvo de autópsia para determinar se a causa da morte está ligada a complicações provenientes da cirurgia.
Ver comentários